Carmo Vasconcelos

"FENIX"

 

Enlaces Poéticos

Com :

ZENA-MACIEL

INICIAL RESPOSTA  
ZM - HOJE SOU UM POEMA ! CV - POEMA PARA ZENA 16-06-2005
CV - A BELEZA DO POEMA ZM - A MAGIA DE UM POEMA 16-06-2005

 

 

I

 

HOJE SOU UM POEMA !
Zena Maciel


Hoje acordei com vontade voar...
voar...voar....voar....
Voar nas asas lépidas de um
épico poema
Ser a musa de um poeta
Deixar o coração flamejar ao vento
Valsar ao som
de versos e rimas
Esquecer a minha triste sina
Inundar a alma com
próclises ,mesóclises e ênclises
Gargalhar ao som de
palavras poéticas
Pintar a dor com metáforas
azuis
Aplaudir de pé as trovas
Vestir-me de prosa
Perder o controle do tempo
Viajar nos lascivos pensamentos e
beijar a boca do amor
Quero ser livre
neste mundo de quimeras
Abraçar as loucuras de um poeta e
fazer da vida um eterno poema!

Zena Maciel
10/04/2004

POEMA PARA ZENA
Carminho Vasconcelos


Conheço a dança
que te inebria
um pé no chão
outro no céu
em sintonia...
A alma foge
do corpo teu
asas valsando
e o coração
fica pulsando
em poesia...
Nesse dilema
que a musa traz
tal como és hoje
sempre serás
sangue-poema!

Carminho Vasconcelos
Lisboa Portugal
16/06/2005

 

 

 

 

II

 

A BELEZA DO POEMA
Carmo Vasconcelos


Poema é masculino, como Homem
não precisa de jóia ou atavio
se basta de nobreza como um rio
para que... como terno amante o tomem

Poema não requer traje de gala
pode até ter andrajo de mendigo
é sua alma rosa ou índigo
que tinge de beleza a sua fala

Humilde, sem vaidade, vê-se ao espelho
nos olhos vidrados de quem o lê
e é deles que recebe seu conselho

Se esse olhar o afaga... ele crê
que ao mundo vale a pena se mostrar
sem vergonha das vestes que usar

Carmo Vasconcelos
Lisboa-Portugal

 

 

 

 

 

A MAGIA DE UM POEMA
Zena Maciel


A magia de um poema
embala o sonho
Acaricia a dor com
as pétalas da flor
Dá guarida ao amor
Acalanta o mundo sem cor
do nostálgico trovador
Engravida as letras
com o sêmen da alegria
Viaja na utopia
Enche os dias
de pétalas de euforia
Brinca com os segredos
das trovas
Faz da vida uma prosa
Pinta a tristeza com
o perfume da rosa
Dorme nos braços
da letargia
Acorda no colo da fantasia
Acaba com a solidão
Faz sorrir a alma
do ermitão
Liberta-o da negra
escravidão
Faz uma lírica festa no
seu estóico coração!

Zena Maciel
15/09/2004

 

 
Livro de Visitas