Carmo Vasconcelos

"FENIX"

 

Enlaces Poéticos

Com :

HUMBERTO RODRIGUES NETO

(Clique na seta)

INICIAL RESPOSTA        
HRN - BEIJOS CV - BEIJOS 14-04-2012   1  
HRN - DIÁLOGOS... CV - DIÁLOGOS 26-10-2011   2  
CV - ERÓTICO HRN- ERÓTICO 26-05-2011 Pág 2 3
CV - AMIGO HRN - AMIGO --------------- Pág 2 4
CV - MARIA DAS FLORES HRN - MARIA DAS FLORES ---05-2009 Pág 3 5
CV - MUSA AMADA HSS - FUGA DA INSPIRAÇÃO POÉTICA
SF - QUAL SERÁ MINHA MUSA CERTA?
AB - QUERIDA MUSA
19-10-2011 Pág 3 6
ES - QUADRAS SOLTAS À VIDA CV - QUADRAS SOLTAS À VIDA
HRN -QUADRAS SOLTAS À VIDA
HSS - TROVAS
---01-2009 Pág 4 7
ES - Ah! PORTUGAL, PORTUGAL CV- Ah! PORTUGAL, PORTUGAL
JM -Ah! PORTUGAL, PORTUGAL
HRN - Ah! PORTUGAL, PORTUGAL
04-02-2009 Pág 4 8
HRN - PÁSSARO SÓ CV - ASA-GÉMEA
JFM - MILAGRE DE ERATO
HSS - AMANTES
11-10-2011 Pág 5 9
CV - MARÉS DA VIDA AB - MARÉS DE AMOR
JM-VIDA E MARÉS
HRN - REVERSOS DA VIDA
HSS - PAPEL AMARROTADO
19-05-2012 Pág 5 10
CV - LUZ NA ESCURIDÃO HRN - GLOSA A UM MOTE 27-07-2007 Pág 6  
CV - HALLOWEEN, HALLOWEEN! HRN - BRUXAS E BRUXEDOS 13-11-2010 Pág 6  
HRN - PÁSSARO SÓ CV - ASA-GÉMEA 11-10-2011 Pág 7  
CV - RUGAS HRN - RABISCOS 01-02-2010 Pág 7  
CV - AO MEU NAMORADO HRN - À MINHA NAMORADA 14-02-2008 Pág 8  
HRN - TEMPOS DOURADOS CV - TEMPOS DOURADOS 07-02-2012 Pág 8  
CV -INDIFERENÇA TP -CAMINHAR PARA O ESQUECIMENTO
HRN -DILEMA
27-07-2007 Pág 9  
ES - HÓSPEDES INDESEJÁVEIS CV - HÓSPEDES INDESEJÁVEIS
HRN - HÓSPEDES INESPERADOS
21/02-09 Pág 9  

 

 

I

Gustav Klimt - O Beijo

 

BEIJOS
Humberto Rodrigues Neto


Deixa que eu beije tuas orelhas, teus cabelos,
a fronte, os olhos, as tuas mãos e os antebraços;
quero o teu ventre e os teus quadris em beijos tê-los,
e em beijos ter as tuas pernas e os teus braços!

Do dorso às nalgas, do pescoço aos cotovelos,
do ombro aos seios, que não restem leves traços
do que eu não beije... A boca, os pés e os tornozelos
deixa-me encher de beijos puros ou devassos!

Que em teus joelhos e em tuas coxas meus desejos
jamais encontrem empecilho em que os encubes,
e expostos fiquem dos meus lábios aos adejos!

Mas, pelos Deuses! Por Osíris! Por Anúbis!
deixa-me pôr o mais ardente dos meus beijos
no teu vestíbulo do céu, ao sul do púbis!

***

Humberto Rodrigues Neto
São Paulo/Brasil

BEIJOS
Carmo Vasconcelos


Qual a mulher que negaria ser adorada
com tal fervor nos lautos beijos ofertados,
são de poeta, certamente à idolatrada
deusa que encarna os seus desejos mais ousados.

São beijos raros que explodiram transformados
de um verso amante, num soprar de musa alada,
que a pena em êxtase, nos dedos desvairados
não segurou, levando o gesto à boca augada.

E na ansiedade do poeta em seu dilema,
a inspiração transborda em forma de beijar,
pondo em seus beijos toda a força de um poema.

Vingado assim da ágil palavra fugidia,
extrai dos lábios o poeta a melhor gema,
misto de beijos de paixão com poesia!

***

Carmo Vasconcelos
Lisboa/Portugal - 14/Abril/2012

 

 

 

II

 

DIÁLOGOS...
Humberto Rodrigues Neto


Ah... como Deus foi bom, minha querida,
permitindo que eu contigo conversasse,
foi como se o teu rosto eu contemplasse
sorrindo amores sobre a minha vida!

Jamais supus que frases tão formais
se tornassem pra mim tão importantes,
pois de amor pulsam as tuas consoantes,
e de paixão palpitam tuas vogais!

Doce amor, que és razão do meu quebranto,
de um ideal longínquo que eu persigo,
que eu só vislumbro quando a sós, contigo,
te passo um riso, ou te repasso um pranto!

* * *

Humberto Rodrigues Neto
21/0UTº/2011
S.Paulo/Brasil

DIÁLOGOS
Carmo Vasconcelos


Deus nunca esquece de juntar a quem
semelhantes ideais assaltam o imo,
razão que da tua voz eu me aproximo
e tu te achegas à minha também.

Num bailado de sonho embriagador,
nesse encontro vocal dança a gramática,
que nos faz esquecer da problemática,
quando por trás do riso existe a dor.

Sem interrogações ou reticências,
amo-te, livre de razões ou siso,
vivendo nessa ligação sem juízo,
morrendo, doce amor, nas tuas ausências!

***

Carmo Vasconcelos
Lisboa/Portugal
26/Outº/2011

 

 

 
Livro de Visitas