CARMO VASCONCELOS

"FÉNIX"

POESIA DEDICADA E ACRÓSTICOS

pág. 9 de 11  págs

 

Carminho minha querida amiga.
Não tenho merecimento para tanto.
Quanta generosidade a sua...
Seu carinho levou-me às lágrimas...
Feliz demaissssssssssssssssss
Zena

Para a querida Zena, flor, poema, emoção
que albergo há muito no coração!

Feliz Aniversário!
Toda a Água do Bem para essa flor chamada Zena!
Com Beijos meus

UMA FLOR CHAMADA ZENA!
Carminho Vasconcelos


Passam os anos
e os desenganos
e ela esvoaça
sem perder penas,
jamais fenece!
Rejuvenesce
e nos enlaça
em seus dilemas...

Em destemor,
verseja a dor
como a alegria...
Canta a victória
e o dom de ser
em seu poder
pura magia!
Ridente glória!

Mulher pequena
grande na pena
e coração...
Transborda amor
da sua taça,
e nada esgarça
essa açucena
flor de emoção!

E eu acarinho
esse seu ninho
de poesia
faz tempos idos...
E os passarinhos
que traz no seio
em sustenidos
são meu enleio!

Ora vibrante
ora serena,
poeta Zena
é fascinante!
Fenomenal!
É minha mana
geminiana,
mas sem igual!

26/Maio/2010

  Carmo Vasconcelos

 

 

Querida Adélia!
Com votos de Feliz Aniversário
e beijos de carinho neste dia especial.

SONETO PARA ADÉLIA
Carmo Vasconcelos


Só pode ter brotado em puro amor
quem tanto amor nos dá com alegria,
teus versos são do encanto a rara flor,
e, talentosa, na arte pões magia!

Que a vida ao decorrer de longos anos,
te traga lautas bênçãos e venturas,
não mais desilusões e desenganos,
apenas paz, amor, muitas ternuras!

Bendito o dia radioso em que emergiste
e para o mundo poético floriste,
alma linda e mimosa qual camélia…

Fazes das nossas vidas um jardim,
pões na amizade cheiros de alecrim,
rosa é teu coração, poetisa Adélia!

3/Outº/2011

  Carmo Vasconcelos

 

Querida Adília!
Com votos de Feliz Aniversário,
meu singelo presente, com admiração e carinho,
da amiga Carminho.


SONETO PARA ADÍLIA
Carmo Vasconcelos


Adília traz nas mãos bendita chama
com que incendeia seu mágico talento
sempre que em gesto d’arte e encantamento
deita a poesia em requintada cama.

E quando aos poetas cede esse momento
de pura inspiração, mostra que os ama,
que neles poisa a colorida rama
de um coração que pinta o sentimento.

Que sobre Adília chovam graças santas
p’las alegrias que nos concede – e tantas
como as belezas com que o verso inunda!

E eu lhe desejo minha amiga amada,
que seja sua vereda atapetada
de Vida, Luz e Amor… E Paz Profunda!

11/11/2011

  Carmo Vasconcelos

 

Feliz aniversário, querida Elisa!
Mil venturas e alegrias te deseja, do coração,
a amiga que te admira e que te ama
Carminho


SONETO PARA ELISA
Carmo Vasconcelos


Do teu pincel alçado em movimento,
escorrem tintas de inefáveis cores,
a disputar as auras multicores
que fluem do sacro altar do firmamento.

Bendito o santo e divinal momento
que nas tuas mãos pousou esses penhores
com que, amorosa, fazes mil primores
em ricas telas - nosso encantamento.

Às nossas letras dás a fantasia
que pede a deusa amada Poesia
e que enaltece o Poeta em seu labor.

Elisa, que és das artes lauta fonte,
que seja o teu futuro um horizonte
róseo e estrelado de Paz, Luz e Amor!

22/11/2011

  Carmo Vasconcelos

 

 

SONETO PARA HUMBERTO NETO
Carmo Vasconcelos


Soneto meu p’ra Humberto, que ousadia…
Ao nobre vate que o soneto gere
com a mestria perfeita que requer
a mais sublime forma de poesia!

Mas inda assim me atrevo neste dia,
sem mesmo o seu luzido dom deter,
só pra dizer-lhe do êxtase de o ler,
porque dos versos seus reflui magia.

Dele serei pra sempre uma aprendiza
que há-de louvar o mestre em reverência
à sua brilhante e magistral sapiência.

E eu lhe desejo neste Aniversário,
que em longa vida siga relicário
desse estro imenso que áureo se eterniza!

11/11/2011

  Carmo Vasconcelos

 

Livro de Visitas

 

PARA PÁG. SEGUINTE