CARMO VASCONCELOS

"FÉNIX"

POESIA DEDICADA E ACRÓSTICOS

pág. 4 de 11  págs

 

Feliz Aniversário, querido Mestre, Humberto Neto!
Que os teus dons de mente e alma continuem a brilhar por muitos anos,
nesta, e nas sendas que virão,
para nosso deleite e dos poetas vindouros!
Com amor fraterno, meu humilde presente!
Carminho




HUMBERTO-POETA
(Acróstico)

H oje é o teu aniversário!
U ngiu-te óleo de rimário,
M enino, logo ao nasceres!
B eijos de uma musa esteta,
E legeram-te “O Poeta”,
R ico de vastos saberes!
T e insuflaram obras-primas:
O des, sonetos, e rimas
- Pena de gesto inspirado!
P redestinaram-te o fado;
O utorgaram-te essa sorte:
E xcelso vate de porte!
T alento de iluminado!
A lto génio admirado!

11/Novº/2009

Carmo Vasconcelos

 

HUMBERTO NETO

(Acróstico)




 

H oje, por mais que em mim rebusque e teça
U rdiduras d'oiro ou lavrado gnóstico,
M ormente o teu pendor esses mereça ...
B ordo aqui somente um gesto acróstico
E ncastrando uma flor de gratidão
R endilhada a fiapos de emoção,
T olhidas que me foram as palavras
O u mudas pelas jóias que nos lavras!
   
N infas te abençoaram nascimento
E m cânticos de sublime alquimia
T ransmutando à luz do firmamento
O escolhido... no Poeta da Mestria!

11/11/2008

Carmo Vasconcelos

 

Parabéns Joaquim Evónio pelo 5º Aniversário
da tua (nossa) Varanda das Estrelícias!
Para ti, priminho de coração, amigo incomparável, o meu modesto presente.
Com a admiração e o sempre afecto da
Carminho

JOAQUIM EVÓNIO
Acróstico

J ardineiro insone da Varanda
O ferece-nos cultura de estrelícias
A lquímicas pétalas em ciranda
Q ue a diáspora inflamam de delícias
U niversal agente da expansão
I ncentiva à pena as dispersas gentes
M ística de unas vozes eloquentes
   
E xortador, o mestre à balaustrada
V ive empolgado a lusofonia
O ásis recria na esfera conturbada
N irvanas de unidade em poesia
I nsigne é o guerreiro da palavra
O mestre da Varanda que a lavra

Lisboa, 1 de Fevº/2009

Carmo Vasconcelos

 

Para ti, priminho e querido amigo, com votos de Feliz Aniversário!
Com beijos da priminha
Carminho

JOAQUIM EVÓNIO
(ACRÓSTICO)

J angada que navega em bem-querer,
O lhos à busca de ocultas areias,
A lma ao leme, dia e noite, a recolher
Q uimeras soltas de eloquentes teias...
U rge que te cantemos a alva meta
I nstigadora ao verbo altivo e belo,
M osto de alvo saber, amado poeta!
 
   
E streitando estros num holístico elo,
V ais espargindo escritas multicor,
O rgásmicos ideais, levando a que alces
N o vértice, a palavra, com fulgor!
I nsigne vate, que sigas em realces,
O leando este mundo em luz e amor!

Em 3 de setembro/2009

Carmo Vasconcelos

 

7º ANIVERÁRIO DA VARANDA DAS ESTRELÍCIAS
Parabéns Joaquim Evónio pelo 7º Aniversário da tua (nossa) Varanda das Estrelícias!
Para ti, priminho de coração, amigo incomparável, o meu modesto presente.
Com a admiração e o afecto da
Carminho

JOAQUIM EVÓNIO
Acróstico

J

ardineiro insone é nesta Varanda,

O que planta floridas estrelícias,
A lquímicos versejos em ciranda,
Q ue difunde pla diáspora, em delícias.
U niversal agente da expansão,
I ncentiva à cultura as várias gentes.
M isto de unidas vozes eloquentes!
   
E xortador, o mestre, à balaustrada,
V ivencia o pendor dado à poesia;
O ásis ele recria a cada alvorada,
N a tela feita letras de estesia!
I nsigne é o guerreiro que aqui lavra,
O líder da Varanda da Palavra!

Lisboa, 1 de Fevº/2011

Carmo Vasconcelos

 

Livro de Visitas

 

PARA PÁG. SEGUINTE